Relatório de Actividade

Ano 2012

 

RELATóRIO de ACTIVIDADES da SOCIEDADE PORTUGUESA de DIABETOLOGIA do ano 2012

Pesquisar

Newsletter



Nº 8/02

 

Caros sócios

É na qualidade de Presidente eleita da SPD que pela primeira vez me dirijo aos sócios da SPD.
A nova Direcção eleita, no passado mês de Março na Assembleia Eleitoral, que teve lugar durante o 5º Congresso Português de Diabetes, tem um compromisso perante todos os associados, que decorre do conteúdo do Programa de Acção que se propôs a realizar no próximo triénio.

Tem esse Programa, alguns phpectos que para a Direcção constituem verdadeiros pontos de honra, e que passo a enumerar:

1. No que respeita à vida da SPD

a. Conseguir o Estatuto de Entidade de Utilidade Pública.
b. Lutar pelo reconhecimento da Especialidade de Enfermeiros Educadores em Diabetes.
c. Dinamizar os Grupos de Estudos da SPD, já constituídos (Nefropatia Diabética; Pé Diabético; Diabetes e Gravidez; Doenças Cardiovasculares (DCV) na Diabetes e Diabetes e Menopausa) ou a constituir sob proposta dos sócios (já foram sugeridos mas aguardam coordenador e desenvolvimento o de Epidemiologia, Nutrição e Qualidade de vida) sugerindo a Reunião Anual (inter-congressos) como palco ideal para discussão e apresentação de propostas de trabalho. O programa de acção dos grupos de estudos já constituídos e respectivos coordenadores pode ser consultado no site da SPD (www.spd.pt), que igualmente pode servir para os colegas que aindo o não fizeram se inscreverem nos grupos de Estudo.
d. Implementar a produção científica em Diabetologia, concedendo patrocínio aos eventos científicos e atribuindo Bolsas, Prémios e subsídios (para tal ser possível tem a SPD contacto com o mecenato da Indústria Farmacêutica). Embora alguns destes incentivos já estejam em curso, não têm suscitado grande procura pelos associado (referimo-nos especificamente aos prémios por trabalhos originais), pelo que a Direcção da SPD, se vai empenhar mais profundamente na sua divulgação.
e. Manter o contacto com os sócios através dos diversos canais já em funcionamento: Cartas do Presidente; Página da Internet (www.spd.pt) e Boletim da SPD.
A página da Internet, que a Direcção tem procurado dinamizar tornando-a um local de intervenção para os associados. Contamos convosco, no envio de textos, comentários, agenda científica e outros assuntos relacionados com a Diabetes.
f. Manter as actividades já clássicas da SPD, a Reunião Anual e o Congresso, estando já definido que o 6º terá lugar na cidade do Porto, cumprindo-se a rotatividade entre as diversas zonas geográficas reiterada pelos sócios na última Assembleia Geral.
g. Continuar com a SPEDM, a APDP e outras Associações de Diabéticos, a celebrar a 14 de Novembro o Dia Mundial da Diabetes, que este ano terá a sua celebração oficial em Coimbra. O tema proposto pela IDF é Diabetes e Cegueira
h. Manter e desenvolver contactos com as congéneres internacionais e a IDF, através de representação activa nas actividades da IDF Europa.
i. Por último facilitar a actualização das quotizações, através de cobrança bancária ou outras formas a estudar.

2. No que respeita às relações com o Ministério da Saúde

a. Tem vindo a SPD a colaborar com as autoridades de saúde no âmbito do Programa de Controlo da Diabetes. Esta actividade não tem sido sempre proveitosa, por vezes tem até sido frustrante, sendo estreita a margem de manobra da SPD, que continua a reivindicar a sua qualidade de parceiro privilegiado no âmbito da formação e da actualização dos cuidados a prestar às pessoas com diabetes.
b. A SPD considera ainda como prioritário o empenhamento pela introdução no mercado de novos fármacos e tecnologias, devidamente comparticipadas financeiramente, com vista a atingir ganhos em saúde para as pessoas com diabetes. Nesse sentido, tudo fará para junto das autoridades (Infarmed, DGS...) contribuir para a resolução deste problema que coloca a diabetologia nacional na cauda da Europa
c. Outras Propostas
d. Para o próximo triénio gostaria a SPD, de conseguir com a ajuda de todos os sócios levar a cabo algumas realizações inovadoras, tais como a criação de uma Revista de Diabetologia, órgão da SPD e a realização de Cursos Pós-graduados mono temáticos (eventualmente satélites do Congresso ou da Reunião Anual)

Colegas, temos a consciência que a nossa eleição assentou no programa e acção que apresentámos e cujas linhas mestras resumimos nesta carta. Procuraremos consolidar a SPD,

fortalecendo-a e melhorando o seu funcionamento.

Contamos convosco.

 

Junho 2002
João Nunes Corrêa